TÓPICOS

Há mais de 2.000 anos, nos foi confiada uma tarefa simples: "GERIR A NATUREZA" ...

Há mais de 2.000 anos, nos foi confiada uma tarefa simples:

Por Brenda Bahamondes G.

Para algumas pessoas, cuidar do meio ambiente é apenas um assunto da moda ou um assunto para aqueles que procuram preocupações altruístas.

A realidade nos mostra um outro lado da moeda: o Peru perde anualmente cerca de 300 mil hectares de terras, afetando quase 30% do território nacional.

O século 20 destruiu 8 milhões de hectares de florestas amazônicas e há um aumento de 35% nas doenças respiratórias, cutâneas e outras doenças relacionadas à poluição. Existem muitos organismos e centenas de leis que protegem a natureza, mas elas são aplicadas? A resposta é não. Embora exista uma preocupação maior com o meio ambiente, este continua a ser um problema que não encontra solução efetiva em nosso país.

A proteção do meio ambiente é uma questão universal, a destruição da terra afeta todo e qualquer ser humano.

Muitos minimizam a questão ambiental por ser abstrata, ¿desmatamento? Perda de florestas amazônicas? Eles não parecem entender que o planeta é um, e que se as florestas, os animais, a camada de ozônio não fossem necessários ... eles nunca teriam existido.

Cada organismo vivo em nosso planeta tem uma função específica e faz parte de um grande corpo: “A Terra” .Por que esperar e ver que nosso planeta será destruído; Na verdade, o aquecimento global já está acontecendo, muitas vezes já nos dissemos: “parece que o sol está mais forte do que antes”. Como o aquecimento global, os buracos na camada de ozônio e a perda de florestas não estão sob o controle de nenhum governo em particular, somente a cooperação internacional pode garantir soluções sustentáveis ​​para o planeta.

Evitemos a destruição do planeta e do ser humano, porque está nas nossas mãos evitá-la, desde a nossa própria casa.

O problema ambiental é um compromisso de todos, envolve Estado, instituições e cidadãos. O Peru é considerado o paraíso da diversidade biológica.
Em 1993, surpreendeu cientistas, pesquisadores e biólogos de todo o mundo que anunciaram a existência de 190 espécies no Parque Nacional Manu, tornando-se oficialmente a área protegida com o maior número de mamíferos do mundo. Além disso, Manu já era considerada a área protegida com mais espécies de aves no mundo, com um total de 900.

Nossa cidade, embora constitua apenas 5% do território nacional, possui uma variedade de áreas ecológicas, também chamadas de zonas de vida. Das 104 zonas de vida que existem no mundo, a região de Arequipa tem 24 distribuídas tanto no litoral como nas montanhas.

No entanto, a nossa cidade corre grande perigo devido à sua particular formação geográfica em forma de pote, ou seja, a poluição não pode escapar, fica dentro deste imenso pote e só nós somos prejudicados.

As consequências que originam as atividades irresponsáveis ​​de alguns produtores agrícolas, mineiros, industriais, comerciantes, transportadores, proprietários de veículos, instituições públicas e privadas e a população em geral, são a poluição do ar, da água e do solo, a desertificação e com ela a extinção dos solos agrícolas , deterioração da camada de ozônio, aumento da temperatura, aumento do efeito estufa, contaminação de produtos agrícolas e destruição de ecossistemas naturais que, em última instância, levam à deterioração da saúde humana e de outras espécies vivas, causando a morte. Antes de agir de forma irresponsável, vamos meditar por um momento sobre a vida que queremos para nossos filhos e para nós mesmos.

Procuremos soluções locais com estratégias eficazes que levem a melhorar a situação ambiental da nossa cidade.

* Por Brenda Bahamondes G.


Vídeo: Michael Jackson: Loving Neverland (Janeiro 2022).