TÓPICOS

Qual será o calor da sua cidade em 2100?

Qual será o calor da sua cidade em 2100?


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Por Sarah Romero

As mudanças climáticas vão mudar as cidades do mundo e, aos poucos, as temperaturas vão aumentar, como já vimos pelos registros dos últimos anos.2016 acabou sendo o ano mais quente da história já que há recordes. Que temperaturas atingiremos depois de alguns anos se isso continuar?

Todos nós sentimos que os verões ao redor do mundo estão mais quentes do que antes e essa tendência tende a aumentar dramaticamente até o final deste século, se a poluição por carbono continuar a aumentar no planeta. Esse problema será sentido de forma mais aguda nas cidades.
O crescimento da população mundial e o efeito da ilha de calor das cidades, que pode tornar as cidades até 14,8 ° C mais quentes do que áreas rurais e frondosas, levam-nos a uma combinação que torna o calor perigoso e potencialmente letal.

O crescimento das cidades também leva a um padrão climático mais extremo

Atualmente, cerca de 54% da população mundial vive em cidades, eem 2050, a população das cidades deverá crescer 2,5 bilhões de pessoas. Considerando o calor extra que as cidades suportam, esse crescimento pode levar a mudanças nos padrões climáticos e tornar o calor extremo ainda mais comum.

Para ilustrar o futuro das cidades (e seu calor) e as opções que podem enfrentar, oOrganização Não Governamental Central do Climacriou um gráfico interativo que mostra como será o verão no futuro em cada uma das cidades, em comparação com as temperaturas nas cidades de hoje.


Nesse cenário,Madrid (Espanha), por exemplo, teria uma temperatura média de 36,4ºC em 2100 como Erbil (Iraque); Ottawa (Canadá) poderia ter o clima tropical da cidade de Belize no ano 2100; Cabul (Afeganistão) pode acabar com temperaturas como as da costa de Colombo (Sri Lanka) -28,4ºC-; Tóquio (Japão) aumentaria para 31,2º C em média no verão; Atenas (Grécia) acabaria tendo temperaturas como as de Faisalabad (Paquistão) de 37,6 ºC; ou Cairo (Egito), como seu vizinho Umm Durman no Sudão, que de acordo com o gráfico deClimate Centralteria uma média de 44,3ºC,uma temperatura que nenhuma cidade na Terra vê atualmente.

Em média, a temperatura da Terra aumentará 4,8 ° C,Mas, devido aos caprichos da geografia, algumas cidades ficarão muito mais quentes. Sofia (Bulgária) apresentará a maior alteração geral de temperatura, visto que aumentaria cerca de 8,4 ºC em média.

As cidades ficarão tão quentes que é impossível encontrar um análogo na Terra hoje. O planeta pode estar se encaminhando para um estado de calor extremo que os humanos nunca experimentaram.

Diante de tudo isso, não é surpresa que as grandes cidades estejam liderando a luta contra as mudanças climáticas. Eles enfrentam os piores impactos do calor extremo, razão pela qual milhares de prefeitos em todo o mundo se juntaram e se comprometeram a reduzir suas emissões. E é que, se não levarmos a sério, a humanidade enfrentará um sério problema de sobrevivência no único planeta que conhecemos para viver.


Vídeo: As vulnerabilidades socioambientais no Brasil (Julho 2022).


Comentários:

  1. Iasius

    Continue também.

  2. Thuan

    Pegamos muito, ATP.

  3. Heinrich

    What a great phrase

  4. Landis

    Muito obrigado! Levei-me também, vai ser útil.

  5. Kajim

    Desculpe-me pelo que tenho que intervir... situação semelhante. Precisamos discutir. Escreva aqui ou em PM.

  6. Gille-Eathain

    Cordial para você, obrigado pela sua ajuda.

  7. Orman

    Você não está certo. Estou garantido. Eu posso provar. Escreva para mim em PM, vamos conversar.



Escreve uma mensagem