TÓPICOS

20 anos da soja transgênica no Cone Sul da América Latina, 20 motivos para seu banimento definitivo

20 anos da soja transgênica no Cone Sul da América Latina, 20 motivos para seu banimento definitivo


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

O ISAAA (Serviço Internacional de Aquisição de Aplicações Agro-biotecnológicas) acaba de publicar seu relatório anual (veja aqui) no qual confirma que o Cone Sul da América Latina é a região onde se produz mais transgênicos e com maior área cultivada com uma única monocultura (mais de 54 milhões de hectares de soja transgênica no Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e sul da Bolívia) em todo o mundo.

Lo que el ISAAA no informa, por ser un simple agente de propaganda de las grandes corporaciones biotecnológicas, es sobre los impactos que este modelo, implantado hace 21 años y que hoy está produciendo su cosecha número 20, ha tenido en toda la región y en o mundo.

O GRAIN, junto com centenas de organizações, denuncia suas consequências socioambientais desde antes da implantação desse modelo de agricultura industrial.

Justamente quando está ocorrendo a 20ª safra de soja transgênica resistente ao glifosato em todo o Cone Sul (aproximadamente 175 milhões de toneladas), compartilhamos neste pôster 20 argumentos para sua erradicação definitiva.

1- Sua aprovação na Argentina foi absolutamente ilegítima, tendo sido autorizada por uma organização (CONABIA, Comissão Consultiva Nacional de Biotecnologia Agropecuária) integrada pelas mesmas empresas. Ao mesmo tempo, sua expansão pelo Cone Sul foi intencionalmente ilegal, sem nunca gerar um debate democrático sobre sua autorização e cultivo. Sua imposição no Brasil e no Paraguai veio da expansão de grandes plantações ilegais.

2- Sua imposição significou a criação de um deserto verde de mais de 54 milhões de hectares que em algum momento as mesmas multinacionais batizaram de República Unida da Soja.

3- Com a introdução da soja transgênica, o uso do glifosato (recentemente reclassificado como provavelmente cancerígeno pela Organização Mundial da Saúde) na região cresceu para mais de 550 milhões de litros por ano com dramáticas consequências para a saúde em todos os territórios.

4- Milhões de camponeses foram deslocados em toda a região e milhares de pequenos produtores tiveram que abandonar a produção local de alimentos devido à impossibilidade de viver com a soja transgênica.

5- Centenas de camponeses foram criminalizados, perseguidos e assassinados em sua luta pela terra em decorrência da expansão do modelo da soja na tentativa de resistir ao seu avanço.

6- Milhões de hectares de mata nativa foram destruídos em todo o Cone Sul com o avanço da fronteira agrícola.

7- A Monsanto promoveu e incentiva modificações nas leis de sementes em todos os países, a fim de controlar e monopolizar as sementes. Na Argentina, há quase 15 anos, realiza um forte lobby político para conseguir a modificação da lei atual e poder cobrar royalties de cada produtor que guarda sementes para o ano seguinte.

8- Doenças e mortes devido ao aumento do uso de agrotóxicos se multiplicaram em todos os territórios, despertando fortes reações dos “povos fumigados”.

9- Os governos que tentaram limitar o avanço da soja e dos transgênicos foram hackeados, sendo o Paraguai um caso paradigmático nesse sentido.

10- Os solos foram esgotados por esta agricultura extrativa produzindo sua destruição e uma perda sem precedentes de nutrientes.

11- As terras têm se concentrado em cada vez menos mãos, sendo o caso do Paraguai mais uma vez exemplar, já que 0,4% dos proprietários monopolizam 56% das terras.

12- A pecuária, antes praticada em rotação com a agricultura, foi deslocada para outros territórios com ecossistemas muito mais frágeis (Amazônia, Chaco paraguaio, pântanos, etc.) com consequências gravíssimas sobre eles.

13- Foi consolidada uma aliança entre os grupos empresariais promotores deste modelo e os concentrados meios de comunicação que impedem qualquer tipo de debate ou divulgação dos impactos do modelo.

14- Os cultivos resistentes a herbicidas fracassaram do ponto de vista agronômico com o surgimento de dezenas de ervas daninhas resistentes ao glifosato e o conseqüente aumento de seu uso e de outros herbicidas.

15- A ciência que apóia o desenvolvimento de culturas transgênicas é profundamente questionada devido ao seu mecanismo e simplificação da complexidade dos sistemas genômicos.

16- As produtividades das lavouras de soja transgênica são inferiores às da soja convencional, conforme verificado em todas as investigações que realizaram estudos comparativos.

17- A segurança da soja transgênica nos alimentos nunca foi demonstrada e as dúvidas que surgem de estudos enviesados ​​por interesses corporativos ainda persistem, tornando cada vez mais difícil sustentar a falácia da “equivalência substancial”.

18- A produção massiva de soja transgênica tem impulsionado uma expansão da produção de carne industrialmente com graves impactos ambientais, de saúde, clima e saúde em nível global.

19 - A soja transgênica foi imposta ao consumo de centenas de milhões de consumidores em todo o mundo sem seu consentimento por meio de seu uso na produção de alimentos ultraprocessados.

20- Toda a cadeia produtiva da soja transgênica tem um grande impacto no aumento das emissões de gases de efeito estufa e no agravamento da crise climática.

Hoje compartilhamos o pôster 20 anos da soja transgênica no Cone Sul - 20 motivos de seu banimento definitivo, no qual sintetizamos os 20 motivos pelos quais esse modelo agrícola deve ser imediatamente abandonado, bem como a dependência das empresas que o promovem, recuperar sistemas agrícolas para alimentar os povos da produção agroecológica e do caminho da soberania alimentar.

Convidamos você a compartilhar e multiplicar para continuar mostrando que a mentira tem pernas curtas mesmo que tenha muito dinheiro. Eles podem fazer isso: Aqui

Ajude-nos a divulgar essas informações!


Vídeo: Produtos à base de soja são perigo para as crianças (Julho 2022).


Comentários:

  1. Tojar

    Aot bagunça

  2. Vit

    Ambos?

  3. Connlaio

    É a verdadeira informação

  4. Sik'is

    não é lógico



Escreve uma mensagem