TÓPICOS

Eles denunciam a Louis Vuitton pela morte de crocodilos para fazer suas bolsas

Eles denunciam a Louis Vuitton pela morte de crocodilos para fazer suas bolsas


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

São muitas as marcas renomadas que recebem milhares de reclamações a cada ano devido à inclusão de peles de muitos animais na criação de seus produtos. Nesta ocasião, foi a organização norte-americana PETA que denunciou a empresa-mãe da firma de moda de luxo Louis Vuitton pela morte violenta de milhares de crocodilos.

"As peles desses crocodilos são usadas para fazer bolsas de couro de luxo, bolsas e outros produtos vendidos em todo o mundo", disse a diretora associada de campanhas da PETA, Danielle Katz, em um comunicado.

Por meio de um vídeo cruel, a organização mostrou situações em que trabalhadores de uma dessas instalações abrem a cabeça de crocodilos ainda vivos. Em seguida, eles são mortos ao passar uma haste de metal pelo orifício para perfurar o corpo através da espinha.

A filmagem deste "custo oculto" da moda também incluiu a declaração de um operário anônimo que assegurou que "às vezes" os crocodilos são esfolados enquanto ainda estão vivos e que sua agonia de morte pode durar "quatro ou cinco horas".

A PETA disse que um especialista em répteis veio à fazenda e garantiu que eles "confinariam" os animais por 15 meses em minúsculos recintos com condições "altamente restritivas, pouco estimulantes e desumanas" para um grande crocodilo.

A organização insistiu que esse "mercado de peles exóticas" no Vietnã exporta cerca de 30 mil peles de crocodilo a cada ano que, segundo eles, iriam para as fábricas da Louis Vuitton, entre "outras marcas".

A PETA lembrou que já fez denúncias semelhantes em três continentes e que o sistema é "sempre o mesmo".

Notícias Ambientais


Vídeo: Louis Vuitton Monte Carlo Moccasin $ (Pode 2022).