TÓPICOS

10 ações diárias para proteger a Pachamama

10 ações diárias para proteger a Pachamama


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

1. Transforme seu dia a dia da maneira mais sustentável e ecológica possível. Veja o que acontece com o seu lixo: está aumentando ou diminuindo? E não se esqueça: quanto menos papel você usar, menos árvores continuarão a ser cortadas. A Amazônia está sendo devastada.

2. Incentive a compostagem dentro e fora da cidade. Pregue pelo exemplo. Reduzir o desperdício para aumentar os fertilizantes é um salto quântico fundamental.

3. Potencializar as economias locais e regionais. Compre de produtores na área. Quanto menos transporte, menos ar, água e todos os recursos serão danificados. Conscientização global com ação local Colaborar na divulgação de notícias nas redes sociais em prol do cuidado com o meio ambiente, os espaços naturais nativos e as culturas ancestrais.

4. Coma da maneira mais saudável que puder. A Pachamama vai agradecer. Se sua economia ou possibilidades logísticas permitirem, consuma alimentos orgânicos ou pelo menos agroecológicos (com ou sem selo, isso não importa), sem agrotóxicos (agrotóxicos, herbicidas etc.). Sem falar nos alimentos transgênicos. A monocultura transgênica está destruindo os solos da América Latina (na Argentina é 60% do plantio). Principalmente a soja, que acaba alimentando os porcos na China (sim, é). Se o consumo de transgênicos for reduzido, em alguns anos os produtores serão forçados a retornar aos sistemas tradicionais sem agroquímicos.

5. Contribui também para a disseminação de conteúdos positivos sobre a consciência global natural: avanços na reciclagem de plásticos nas grandes cidades, reaproveitamento de lixo, crescimento de centros de permacultura - além de reclamações sobre destruição e contaminação do planeta. Gera consciência tanto as notícias da nossa evolução quanto dos danos à Pachamama.

6. Tente consumir o mínimo de energia possível em sua casa. Se vai construir uma casa, estude muito bem, a fundo, a sustentabilidade energética do espaço (como aquecer o local, de que forma). Aposte em energias limpas ou renováveis ​​(painéis solares, tanques regenerativos, etc).

7. Faça um serviço abnegado: vá ao trabalho voluntário (bioconstrução, hortas orgânicas, permacultura), atividades sociais - leve seus dons e talentos para prisões e hospitais, por exemplo. Passe alguns momentos da semana ajudando os outros apenas pelo prazer de ajudar os outros. A recompensa é intangível, mas enorme. O chamado sevaka (Índia) ou trabalho contribui para a paz e harmonia de todos. Para aqueles que o praticam regularmente, é uma ótima ferramenta de purificação interna.

8. Dê ao seu corpo espaço na natureza, quer você viva nela ou não. A mente e o corpo precisam ser oxigenados pelo menos duas vezes por mês a partir do acúmulo de toxinas que habitam as grandes cidades. Toxinas químicas de má alimentação, alcoolismo, tabagismo ou consumo compulsivo de drogas psicoativas, bem como toxinas psicológicas de nossos relacionamentos, conflitos e manipulações.

9. Se você viajar, mantenha todas as recomendações listadas. Tente não deixar rastros onde quer que vá. Respeite e procure não alterar as tradições e costumes de cada local que visitar. Toda Pachamama, cada espaço, é sagrado.

10. Seja um canal para a luz e o amor que vivem dentro de você. Coloque-os em movimento. A Pachamama está basicamente sendo danificada pela mente humana, que é guiada pelos padrões de medo, controle e desejo de poder. Tente meditar por alguns minutos pela manhã, participe de algum tipo de roda musical - desperte a alegria - e tenha seu corpo e energia em constante movimento. Tudo o que estagna, escurece. O rio interior que flui constantemente fará você e aqueles ao seu redor felizes. Você não precisa convencer ninguém de nada. Seja a mudança que você deseja ver e as outras mudarão por vibração.

Despertadores


Vídeo: 10 DICAS PARA PRESERVAR O MEIO AMBIENTE (Pode 2022).