TÓPICOS

Rir em voz alta! 8 coisas que você não sabia sobre o riso

Rir em voz alta! 8 coisas que você não sabia sobre o riso


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Por Victoria Gonzalez

É universal e fazemos isso antes mesmo de começarmos a falar. Rir é um dos melhores remédios e a ciência o apóia, pois, quando rimos, os circuitos de recompensa do cérebro são ativados e substâncias químicas responsáveis ​​por nossa felicidade são liberadas. Nós o encorajamos a continuar lendo este artigo ... ele o deixará de bom humor!

Rir tem o mesmo efeito que meditar

Um estudo realizado por pesquisadores americanos mostrou que o riso estimula as ondas cerebrais do tipo alfa, que são as mesmas produzidas quando meditamos e quando dormimos.

Alivia a dor

Justamente pelo fato de que o riso provoca a liberação de endorfinas, fazer essa atividade saudável pode nos ajudar a sentir menos dores, como mostram pesquisas da Universidade de Oxford.

Humor melhora sua memória

Um estudo revelou que custa muito menos lembrar informações que achamos engraçadas e que essas memórias se consolidam melhor no cérebro mesmo depois de um longo período de tempo. Os resultados reforçam a ideia de que a melhor forma de aprender é, sem dúvida, se divertindo com o assunto.

Mulheres gostam mais de rir

Segundo Antonio Rial em seu livro "Rethinking the brain", estudos de neuroimagem mostraram que regiões cerebrais envolvidas no processamento da linguagem e na memória de trabalho são ativadas com maior intensidade quando ouvem ou lêem algo engraçado.

É bom para circulação

Enquanto, quando assistimos a um filme estressante, nossos vasos sangüíneos se contraem, o efeito é o oposto se o filme em questão for uma comédia: os vasos se dilatam e o fluxo de sangue e oxigênio para todo o nosso corpo aumenta, segundo estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Maryland.

Nos faz mais felizes

Quem era antes, a galinha ou o ovo? Sorrimos porque estamos felizes ou estamos felizes porque sorrimos? Sem a intenção de entrar em debates filosóficos, parece que a ciência corrobora a segunda opção: o simples fato de sorrir, mesmo que não tenhamos visto ou ouvido nada de engraçado, diminui nossos níveis de estresse, medo e ansiedade, nos torna mais comunicativos e disposta a cooperar, reduz o risco de sofrer de depressão ... enfim, é um grande empurrão no nosso caminho para a felicidade.

Cuidado! Não morra literalmente rindo

Não é comum, mas alguns casos ocorreram de pessoas com problemas cardíacos mortos após um ataque de riso. Comida é outro momento de desânimo para rir alto: a válvula que conecta nosso esôfago à traqueia pode ficar descoordenada e causar asfixia.

Rir prolonga a vida

Enquanto não nos acontecer nada do que foi dito anteriormente, parece que as pessoas com tendência ao riso têm 40% menos problemas cardiovasculares, segundo especialistas da Sociedade Espanhola de Neurologia, o que lhes permite viver em média quatro anos e meio mais.


Vídeo: A FAMÍLIA que ficou 9 ANOS NO PORÃO esperando o FIM DO MUNDO (Pode 2022).