TÓPICOS

O início do fim para os combustíveis fósseis?: Noruega quer proibir a venda de carros a combustão até 2025

O início do fim para os combustíveis fósseis?: Noruega quer proibir a venda de carros a combustão até 2025


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Com um plano extremamente agressivo, o país nórdico pretende eliminar a venda de veículos que utilizem algum combustível derivado do petróleo para sua circulação nos próximos dez anos.

Dessa forma, o governo norueguês busca que até 2025 100% da frota de veículos seja movida por algum tipo de energia alternativa. Hoje, quase um quarto dos carros que circulam no país são elétricos.

No entanto, esse plano não é bem aceito por uma determinada parte da população. E é que se essa medida for implementada atingirá a economia norueguesa, já que grande parte da receita que obtém vem da indústria do petróleo.

Noruega líder em carros elétricos

Devido ao grande número de incentivos oferecidos aos proprietários de carros elétricos, a Noruega posicionou-se como o país líder em vendas do Leaf, o veículo elétrico da Nissan.

E é que este mercado representou 1,7 por cento das vendas totais dessa marca durante seu primeiro ano completo de comercialização naquele país, anunciou a Nissan Mexicana.

A montadora informou que o país adotou a mobilidade com emissão zero "como nenhum outro" depois que o Leaf foi o 13º carro novo mais vendido na Noruega com quase 2.298 unidades em 2012.

Até o veículo elétrico é o segundo carro mais vendido em geral em Trondheim, a segunda maior cidade da Noruega, atrás de Oslo, a capital.

No total, mais de 3.300 unidades foram comercializadas na Noruega desde que este modelo foi colocado à venda em outubro de 2011 e no ano passado foi o segundo carro mais popular da Nissan no país, com vendas de 599 unidades atrás do Qashqai.

A montadora atribuiu o sucesso do veículo ao fato de os cinco milhões de noruegueses estarem entre os mais ambientalmente conscientes do mundo.

Além disso, todos têm acesso à eletricidade criada a partir de energias renováveis, usinas hidrelétricas que geram 99% da eletricidade do país, mais do que em qualquer outra nação do planeta.

As vendas do Nissan LEAF foram impulsionadas por incentivos do governo para compradores e motoristas de veículos elétricos na Noruega, além do fato de não haver Imposto sobre Valor Agregado (IVA) sobre o preço de compra naquele país e eles não pagarem imposto de circulação.

Outro incentivo é que as rodovias, túneis e balsas são, em sua maioria, gratuitas para os motoristas de veículos elétricos (VE), além de poderem utilizar as faixas exclusivas de ônibus, que em um horário típico de rush pode demorar até 20 minutos, em comparação com mais de uma hora em um carro movido a energia convencional.

O motorista do veículo elétrico também se beneficia de estacionamento gratuito, áreas reservadas para recarga em shopping centers e eletricidade gratuita.

A Noruega, como os países nórdicos: Suécia, Finlândia e Dinamarca, também tem uma rede crescente de carregadores rápidos para permitir que os motoristas do LEAF façam viagens mais longas.

Paradoxo

É um claro compromisso com os veículos elétricos, o que faz sentido tendo em conta que a Noruega é o país europeu onde detém a maior quota de mercado (17%), embora seja paradoxal que, ao mesmo tempo, o país seja um dos maiores produtores de petróleo do mundo, a tal ponto que esse setor responde por 40% do PIB.

RAMCC http://www.ramcc.net/

O País http://motor.elpais.com/

MSN http://www.msn.com/


Vídeo: BRASIL PROIBIRÁ carros a GASOLINA e DIESEL em 2030!! (Pode 2022).