TÓPICOS

WWF: a sobrepesca compromete o futuro de 800 milhões de pessoas

WWF: a sobrepesca compromete o futuro de 800 milhões de pessoas


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

A destruição dos recursos marinhos põe em perigo o futuro de 800 milhões de pessoas, de acordo com o WWF, que alerta que mais de 61% da pesca mundial está totalmente explorada e quase 30% sobreexplorada.

Por ocasião da celebração de hoje do Dia Mundial dos Oceanos, o WWF pede uma ação urgente contra o rápido declínio das espécies - até 50% em quarenta anos - que ameaça o valor ecológico e econômico desses ecossistemas.

Uma economia essencial

José Luis García Varas, chefe do Programa Marinho da organização, alertou sobre a necessidade de adotar “medidas eficazes para deter a destruição da pesca e conservar as fontes marinhas de alimentos para mais de 800 milhões de pessoas em todo o mundo”.

“Se o oceano fosse um país - explicou - seria a sétima economia mais importante do mundo”, uma vez que a diversidade de bens e serviços provenientes do meio marinho e costeiro pode ser estimada em 2,2 trilhões de euros por ano.

A responsabilidade dos países

Para o WWF, a proteção dos habitats e a gestão eficaz da pesca devem andar de mãos dadas e os países devem assumir sua responsabilidade para que, até 2020, pelo menos 10% das áreas costeiras e marinhas estejam protegidas e 30% em 2030.

Para isso, segundo García Vargas, é necessário “estabelecer redes de Áreas Marinhas Protegidas que consigam combinar resultados positivos para a biodiversidade, segurança alimentar e modos de vida”.

Um movimento global

O WWF comemora o recente lançamento do acordo Port State Measures - PSMA, na sigla em inglês - como o primeiro acordo vinculativo internacional com o objetivo de impedir que a pesca ilegal chegue aos portos do mundo.

“É uma forma eficaz de impulsionar as forças do mercado para que os portos sejam fechados a navios suspeitos de realizar atividades ilegais”, disse o chefe do Programa Marinho do WWF.

Com isso, “estamos testemunhando um movimento global contra a pesca ilegal e os governos estão alertando os criminosos que eles não são bem-vindos”, acrescentou.

O Dia Mundial dos Oceanos, que este ano é comemorado sob o lema 'Oceanos saudáveis, planeta saudável', foi instituído pelas Nações Unidas em 2009 para lembrar o papel desses ecossistemas como reguladores do clima e fonte de oxigênio e alimentos, entre outros serviços.

EFE Verde


Vídeo: SOBREPESCA (Pode 2022).


Comentários:

  1. Fenrilabar

    This post, is incomparable))), I really like :)

  2. Laurent

    Hoje vou torcer pelo CSKA Football Club! Adiante, o nosso! ;)

  3. Whitcomb

    Artigo interessante, respeito ao autor

  4. Nasho

    Eu acho que você não está certo. Estou garantido. Eu posso provar.



Escreve uma mensagem