TÓPICOS

Se as colméias entrarem em colapso, nossa dieta não será a mesma

Se as colméias entrarem em colapso, nossa dieta não será a mesma


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Os produtores de mel nos Estados Unidos e em alguns países europeus relataram uma morte em massa de abelhas domésticas por vários anos (ver relatório): https://www.fundacionunam.org.mx/salud/un-dulce-aliado- the-honey -de-abelha /).

Os pesquisadores chamaram esse fenômeno de distúrbio da colônia em colapso.

A causa deste problema foi investigada e tudo indica que há vários fatores que causam a morte em massa de abelhas.

Um estudo publicado em 2013 na página de Fornecedores da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos da América, descreve o mecanismo pelo qual os inseticidas podem alterar a resposta imunológica dos insetos e promover a replicação de patógenos virais, sendo uma das causas desse colapso nas colmeias de abelhas. A desordem da colônia em colapso causa a morte repentina e inexplicável das abelhas.

Os primeiros registros de mortes de colmeias ocorreram em 2006 e 2007, quando os apicultores dos Estados Unidos encontraram as colmeias completamente vazias, fenômeno que também foi relatado em países da Europa e Ásia.

O fato do colapso das colmeias ter levado a várias hipóteses para explicar o fenômeno, que vão desde o uso de telefones celulares até a introdução de cultivos transgênicos.

Até o momento foram descartadas hipóteses e está sendo investigado o efeito que pragas, doenças, fatores ambientais e econômicos podem ter, bem como o uso de agrotóxicos.

Uma das possíveis causas parece estar relacionada a um ácaro ectoparasitário denominado Varroa destructor.

O hospedeiro original foi a abelha asiática, mas quando a Apis melífera foi introduzida na Ásia, o ácaro encontrou um novo hospedeiro, sendo encontrado em todas as regiões apícolas do mundo, exceto na Austrália, onde nenhum caso de colapso foi relatado.

Esse ectoparasita não causa a morte direta das abelhas, mas inocula vários vírus que podem afetá-las.

Os cientistas descobriram outros fatores que podem afetar as colmeias, como as mudanças climáticas, o estresse do transporte para as terras agrícolas, a desnutrição devido à perda da diversidade das culturas e o uso de pesticidas.

Atualmente, buscam-se soluções para o controle do V. Destroyer, por ser resistente à maioria dos acaricidas. Além disso, busca controlar os demais fatores que podem contribuir para a desordem da colônia desabada.

A Comissão Europeia, por exemplo, limitou o uso de pesticidas neonicotinoides por um período de dois anos.

A agricultura livre de agrotóxicos também é promovida, diversificando os campos de cultivo. Muito de nossa dieta depende do serviço de polinização desses insetos. Se não agirmos em tempo hábil, podemos enfrentar uma enorme crise global.

Fundação UNAM


Vídeo: 5 Técnicas para Eliminar a Compulsão Alimentar. CINTIA SEABRA (Julho 2022).


Comentários:

  1. Andret

    É claro. E com isso me deparei. Podemos nos comunicar sobre este assunto.

  2. Tojanris

    Sim absolutamente

  3. Karmel

    a resposta relevante

  4. Iseabail

    Mensagem muito útil



Escreve uma mensagem