TÓPICOS

O ser humano, a grande ameaça

O ser humano, a grande ameaça

Por Hugo Muñoz Arévalo

É o que está acontecendo com muitas espécies de animais, que devido à mão do homem estão em sério risco de desaparecer. A causa do problema são as modas. Agora que a cultura e a gastronomia japonesas são temas tão atuais, todo mundo quer tomar o shashimi, cujo principal ingrediente é o baiacu, o que levou à sobrepesca dessa espécie, reduzindo sua população em 99,99%. No entanto, este não é um caso isolado, uma vez que tanto o elfo como a cobra chinesa ou o atum rabilho também são ameaçados pela voracidade do homem.

É por isso que não é surpreendente que os humanos sejam considerados o gatilho para a sexta extinção em massa no planeta. E pelo ritmo acelerado em que está ocorrendo, acredita-se que possa ser mais devastador do que o que exterminou os dinossauros, ou o causado pela separação dos continentes. Entre 16% e 33% dos vertebrados vivos estão ameaçados ou em perigo de extinção e nos 50 anos de existência da Lista Vermelha, onde um grande número de espécies são coletadas e seu risco de desaparecimento é catalogado da face da terra, quase mil espécies foram extintas.

Outro problema é que com a taxa de extinção avançando tão rápido, os cientistas têm sérias dificuldades em identificar e catalogar novas espécies, então a taxa de extinção seria 1000 vezes maior do que a taxa registrada.

Acreditamos que somos os mestres do mundo e pensamos que tudo está preparado para nosso uso e desfrute. Por isso não o percebemos, ou não queremos perceber que compartilhamos o planeta com tantos outros seres vivos que não podem reclamar e que estão à mercê da vontade do homem. Até que um dia acordemos e não ouçamos o canto dos pássaros, pois teremos destruído a biodiversidade da Terra.

CCS
http://ccs.org.es/


Vídeo: Tenente Styvenson Responde Ameaças No Patrulha Da Cidade (Janeiro 2022).