TÓPICOS

Na América Latina, experiências agroecológicas garantem alimentos abundantes e saudáveis

Na América Latina, experiências agroecológicas garantem alimentos abundantes e saudáveis


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Por Natasha Pitts

O documento mostra experiências da Guatemala, El Salvador, México, República Dominicana, Honduras, Haiti e Nicarágua e comprova que este modo de agricultura, transformado em modo de vida, é capaz de garantir alimentos seguros, enfrentar as mudanças climáticas e incentivar a feira. comércio e consumo responsável.

Em 2006, os camponeses indígenas da Sierra de los Cuchumatanes na Guatemala, por exemplo, concordaram em abandonar a agricultura intensiva e mudar para a agricultura orgânica. A decisão partiu da constatação de que agroquímicos e agrotóxicos poluem os mananciais e empobrecem o solo. Assim, fundaram a Associação para o Desenvolvimento Sustentável da Comunidade Huista (ADSOSMHU) e decidiram investir no desenvolvimento sustentável da região.

Com paciência, dedicação -especialmente das mulheres- e investimento em fertilizantes orgânicos, em pouco mais de dois anos a produção agrícola orgânica superou os níveis anteriores e as terras foram descontaminadas, gerando alimentos com cor, sabor e aroma diferenciados. Quase toda a produção é consumida pelas famílias da Associação; o excedente é vendido nos mercados locais.

Em El Salvador, depois de ver o solo e seus alimentos contaminados por agrotóxicos, agricultores e agricultoras decidiram promover o “Programa de Fazendeiro a Fazendeiro”. A iniciativa consiste na troca de produtos que seus associados cultivam. Na produção são utilizadas práticas agroecológicas, que incluem o uso de sementes nativas, fertilizantes orgânicos, controle biológico de pragas, rotação de culturas e respeito aos ecossistemas.

Uma importante conquista do Programa data de 5 de setembro de 2013, quando a Assembleia Legislativa proibiu a importação, exportação, distribuição e comercialização de 53 agroquímicos. Os camponeses intensificaram a luta após a ocorrência de 60 mortes, todas por insuficiência renal, ocorrida em San Luis Talpa, provavelmente causada pela contaminação gerada pelo uso de agrotóxicos. Na Nicarágua, país considerado o segundo mais pobre da América Latina, o Programa Campesino a Campesino também está presente, mudando a vida de várias famílias que vivem da terra. Os agricultores que aderiram à iniciativa mudaram práticas nocivas, como as queimadas, e hoje apostam na diversificação das lavouras e no uso de sementes nativas e fertilizantes orgânicos, tudo feito com a transferência de conhecimento e informação.

As sementes crioulas são um assunto de grande importância para quem trabalha na agroecologia e, na Nicarágua, de 70% a 75% da produção de grãos básicos cultivados são dessa natureza. A figura é uma conquista do país, já que as sementes nativas representam garantia de segurança alimentar e soberania para os camponeses.

Apesar das experiências bem-sucedidas, na avaliação do relatório os governos latino-americanos devem olhar para a agroecologia com mais atenção e perceber seus reais benefícios e resultados na saúde, economia, renda e vida dos camponeses, deixando de lado o estímulo desenfreado da agricultura ostensiva e a destruição de terras aráveis ​​para promover o setor de exportação agrícola.

Adital


Vídeo: Chacra Agroecológica Integral - Apurímac 2009 (Julho 2022).


Comentários:

  1. Paien

    Curiosamente, existe um análogo?

  2. Dizahn

    Sinto muito, mas, em minha opinião, você está enganado. Eu posso defender a posição. Escreva para mim em PM, vamos discutir.

  3. Terrence

    Desculpa para isso eu interfiro ... em mim uma situação semelhante. Está pronto para ajudar.

  4. Tajin

    Esse pensamento brilhante, a propósito, está apenas caindo

  5. Cynyr

    Super tudo, geralmente cooutoo, se fosse realmente tão

  6. Moreley

    Eu confirmo. Foi comigo também. Podemos nos comunicar sobre este tema. Aqui ou em PM.



Escreve uma mensagem